MENU

Arquivo

Image

A cultura do dia a dia por Anabela Mateus e Paula Gomes, em entrevista

O +Palco arrancou em 2016, numa parceria com o projeto 23 Milhas e junta, para já, cerca de duas dezenas de jovens numa formação que é muito mais que teatral. Na proa,estão as professoras Anabela Mateus, de Educação Física, e Paula Gomes, de Educação Visual, ambas docentes na Escola Básica 2, 3 José Ferreira Pinto Basto, que cumprem agora o sonho de reinventar um projeto que desenvolvem há já alguns anos, com mais palco, mas não só.

O que é o +Palco e como surgiu?

O +Palco é um projeto de formação de teatro para jovens com idade superior aos 13 e até aos 18 anos. Há muito tempo que desenvolvemos um projeto de teatro na escola em que somos professoras [Mar Alegre], e sempre nos deparámos com jovens que seguem os seus estudos noutras escolas e querem dar continuidade a esta atividade connosco, sendo que, até agora, existia um fosso nesta concretização. Nesse sentido, os miúdos e os próprios pais pediram -nos muito um projeto como este e, por sua vez, o Centro Cultural de Ílhavo, atual Casa da Cultura de Ílhavo (CCI), conhecia o nosso trabalho, até porque nascemos juntos, há cerca de dez anos, e temos vindo a desafiar -nos mutuamente ao longo deste tempo. O nível de qualidade dos trabalhos que apresentamos tem vindo a crescer, também porque sabemos que estamos numa sala muito importante na região. Depois, e felizmente, os nossos miúdos querem sempre mais e mais e gostam muito do que fazemos juntos.

São os próprios jovens que se voluntariam?

Sim. Embora já estejamos agrupadas também com a Escola Secundária de Ílhavo, isso no âmbito do Mar Alegre, há muitos alunos que optam por fazer o 3.º ciclo noutras escolas da região e o +Palco é a oportunidade que faltava para prosseguirem o seu percurso connosco.

O +Palco traz um desafio maior, mas também aumenta as possibilidades…

A verdade é que, já quando criámos o “Mar Alegre”, uma das nossas premissas foi sempre não fazer o típico “teatro de escolinha”, tão pouco no espaço tradicional na escola, mas sim levar os nossos jovens para um palco real e poder fazer mais do que ensiná -los a representar. Aquela que é a atual CCI sempre nos abriu a porta, tornou -se uma espécie de segunda casa e, dar este passo em frente, assumir o “+Palco” só faria sentido em parceria com o também recente 23 Milhas, muito nesta lógica de cultura do dia a dia que este projeto pressupõe. Além disso, deixámos de ser duas professoras que dinamizam um projeto, para passarmos a enriquecer a formação dos nossos alunos com as experiências de outras pessoas, atores, encenadores, músicos, dançarinos, assistentes de produção, que visitam os espaços culturais do município com os seus trabalhos.

Isso é ainda mais que palco

É importante que isto não seja só sobre o trabalho de ator. Queremos que os nossos alunos questionem a luz, o palco, a cenografia, os figurinos, no fundo, todo o trabalho que envolve a conceção de um espetáculo. Mais importante que o resultado final é o processo, tudo o que eles vivenciam durante a formação e os momentos de contacto com os profissionais e a realidade da área são oportunidades únicas que lhes propiciam grandes experiências. Estes jovens já assistiram a algumas peças e, embora não tenham feito formação com os artistas, mas as conversas que puderam ter com eles no final das exibições, convidou- -os a pensar os espetáculos de uma outra forma. Além disso, esta é uma forma de criar públicos, de os ensinar a ver outras coisas, não os cingir ao que já conhecem.

O que é bom até enquanto cidadãos.

Absolutamente. Até porque há miúdos que a primeira vez que viram um espetáculo foi agora, connosco. E nós notamos que, entretanto, já são os miúdos a desafiarem os pais a ir com eles ao teatro. Todos os associados do +Palco têm acesso gratuito a qualquer peça de teatro nos quatro espaços culturais do município e eles têm aproveitado isso. Algo que também nos acontece, e que é muito engraçado, é que os alunos nos dizem que, agora que têm uma formação diferente, não se limitam a ver a peça, também questionam a luz, o posicionamento dos atores, o som. Estão mais alerta e isso é fantástico.

Sentem que estes jovens se tornaram cidadãos mais curiosos?

Claro. Por exemplo, terminámos agora aquilo a que chamámos o nosso ciclo de Shakespeare, em que cada jovem foi desafiado a fazer um texto seu a partir do texto original da história de Romeu e Julieta e, só isso, proporciona -lhes um enriquecimento muito intenso quer a nível social, quer a nível de escrita e de leitura. E fizeram -no com uma vontade e criatividade incríveis.

E o futuro?

No futuro, o projeto irá evoluir, muito provavelmente, para algo relacionado com o associativismo, sobretudo para dar novas respostas. Não queremos ser só mais um grupo de teatro. Queremos incluir fotógrafos, dançarinos, artistas plásticos, ilustradores, arquitetos, músicos, aproveitar a parceria com o 23 Milhas e o contributo que estamos dispostas a dar para complementar a oferta na região.

Está prevista alguma apresentação final deste primeiro ciclo de +Palco?

Esta é uma formação que, embora seja longa e abrangente, terá os seus momentos altos, até porque também é interessante que os nossos alunos tenham oportunidade de mostrar o que fazem. Existirá, muito provavelmente, uma demonstração pública no Festival Rádio Faneca e, mais à frente, no final deste primeiro ciclo, já em julho, no âmbito do Marolas, um trabalho final que já está a ser desenvolvido e cujo ponto de partida é o Farol da Barra - também para não fugir à inspiração do 23 Milhas. Neste momento, os alunos estão na fase de pesquisa, têm conversado com pessoas ligadas ao tema e estão muito entusiasmados. Mas o resultado mais importante é termos conseguido que eles percebam que o teatro é muito mais que fazer de conta, é sentir, respeitar o outro, estar em equipa, é muito mais que aquilo que parece.

Arquivo relacionado

Ver arquivo completo →

Planteia
OFICINA
10
Abr
10:30
Planteia em família
Oficina — Os insetos que habitam o Planteia + Jogos Ganhar Futuro

Nesta oficina propomos aos participantes que sejam exploradores no Planteia, de forma a descobrirem os pequenos animais que nele habitam.

Fábrica Ideias
TEATRO
27
Mai
21:30
O Grande Sousini
por Gerson Batista

Sousini é um compositor e pianista cansado da busca por inspiração, que possui uma caixa onde esconde um segredo que pode mudar o mundo.

Vista Alegre
MULTIDISCIPLINAR
2
Abr
10:00
Festival Papagaio
Um Festival para bebés, crianças e famílias!

O Festival PAPAGAIO é a oportunidade para  uma viagem conjunta e íntima de descoberta do mundo das artes performativas para bebés, crianças e suas famílias. 

Planteia
OFICINA
9
Abr
10:30
Oficina de construção de ABRIGOS PARA INSECTOS POLINIZADORES
com Ana Jervis

Esta é a primeira oficina da nova temporada do Planteia. A primavera voltou e os momentos de convívio e aprendizagem ao ar livre também. Nesta sessão, vamos aprender a construir abrigos para insectos polinizadores, conversar sobre esses bichos e o seu papel, quais são e onde e como podem ser encontrados.

Fábrica Ideias
MÚSICA
27
Mar
16:00
Metamorfoses
Orquestra Filarmónica Gafanhense

A ocorrência do fenómeno sonoro assenta numa multiplicidade de Metamorfoses. Este é o princípio orientador da proposta da Orquestra Filarmónica Gafanhense, em formato Banda Sinfónica, para um concerto que tem como obras centrais "Aegean Festival Overture" de Andreas Makris e "Il Cantico" de Oliver Waespi.

Casa Cultura
MÚSICA
1
Abr
21:30
Funk You Brass Band
apresentam PT MUSIC SESSIONS

A Funk You Brass Band, uma das brass bands com mais história do país, regressa à Casa da Cultura de Ílhavo para o concerto de lançamento do seu mais recente projeto PT MUSIC SESSIONS.

Fábrica Ideias
CONVERSA
16
Mar
18:00
Residência à Conversa
Vera Alvelos | Princesa Sal

O espetáculo Princesa Sal, de Vera Alvelos, estreia este domingo, dia 20 de março, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré. Já em residência artística de finalização deste trabalho, na Fábrica das Ideias, e depois de um longo trabalho prévio, a criadora fala sobre o processo e o tema deste espetáculo destinado, sobretudo, a crianças dos 8 aos 12 anos.

Casa Cultura
MÚSICA
25
Mar
21:30
Two-Time Winners
apresentam AND THE AWARD GOES TO, com Marta Ren e Diana Martinez

Two-Time Winners é uma dupla nu-soul/R&B formada por Samuel Silva e João Sêco, músicos/produtores que, depois de muitos anos de partilha de experiências e palcos, se juntam pela primeira vez para criar um projeto de música original.

Local a definir
CONVERSA
5
Mar
14:30
Especificalistas
Grupo Específico de Ação Crítica, por LUGAR ESPECÍFICO

Os Especificalistas - Grupo específico de ação crítica é um projeto do Lugar Específico, que junta grupos de crianças e ou pessoas de outras faixas etárias interessadas em descobrir o que é isso de fazer crítica de arte.

Fábrica Ideias
TEATRO DE MARIONETAS
5
Mar
10:00
Oficina pais e filhos - Meias Monstras
por S.A. Marionetas

A oficina de construção de marionetas de luva consiste na construção individual de uma marioneta a partir de objetos utilizados no dia-a-dia.

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Bol - Bilheteira Online
Tel.

234 397 260


Para assuntos relacionados com bilheteira contactar os números 234 397 263

©2019 23 Milhas
Image